Primeiro teste pro coração de mãe

Como citei no post anterior, a Tamires tinha uma hérnia umbilical bem aparente. Parecia uma bexiga murcha pendurada na sua barriga e de alguma forma ela sabia que aquilo não era lá muito normal. Sempre olhava pro meu umbigo e pro dela e fazia ar de questionamento.

A cirurgia estava marcada em um hospital público e eu já tinha todo o encaminhamento em mãos. O primeiro impulso é sempre olhar no médico particular, mas a Tamires ainda estava sendo incluída no nosso plano de saúde. Resolvemos então ir até o hospital ouvir a palestra da médica responsável pelo atendimento.

Foi tudo muito organizado, vários pais em uma sala onde recebiam toda as instruções. Tudo muito seguro e dito por uma equipe que passava muita confiança. Decidimos deixar como estava. Mas, em uma das primeiras vezes na minha vida, pedi arrego. Liguei pra minha mãe e pedi pra ela vir ficar comigo. Estava muito aflita em uma situação totalmente nova pra mim. E ela, claro, feliz em poder participar ativamente, veio me ajudar.

No dia marcado fomos cedo pro hospital e, após uma espera chata, fomos chamados. O Age não pôde entrar comigo. Ficamos só eu e Tata no pré-atendimento. Ela tranquila vendo um desenho na TV, eu balançando a perna. Mas mantive as aparências e ficava apenas abraçada com ela cantando musiquinhas no seu ouvindo e dizendo o quanto a amava.

Dai a chamaram. Eu mesma troquei sua roupa, coloquei a toquinha e a deitei na maca. Me deixaram até colocar o arzinho com anestesia no narizinho dela. Em três longas piscadas ela já estava dormindo e ai nos separamos. Eu segurei a mãozinha dela até fechar a porta e quando isso aconteceu eu chorei muito. Fiquei ali muito angustiada pensando como ela era totalmente essencial pra mim. Tive a exata dimensão do amor que sentia por ela, da vontade de protegê-la de qualquer dor, de qualquer sofrimento. Foram os 15 minutos mais longos da minha vida.

Enfim ela voltou e eu a tirei do soninho da anestesia a base de muitos beijos. Ela acordou tranquila e passou a tarde em observação numa boa. Recebemos alta no final da tarde e lá estava o Age. Passou o dia dentro do carro, não conseguiu arrastar pé.

Fomos os três pra casa e a mamãe deu aquela força. No dia seguinte eu e Age colocamos curativos igual ao dela na barriga. Contamos uma historia que ali iria nascer um novo umbigo bem lindo e que no dia certo nós três iríamos tirar o curativo. Ela não deu trabalho algum, foi tudo muito suave. Nos três dias seguintes eu dava banho nela com paninho com água morna.

Chegou o grande dia de tirar o curativo. Contei toda uma história que ela ia ganhar um umbigo novo e bla bla bla. Tava toda animada, bem mais que ela. Sai pra fazer umas compras no mercado e quando cheguei, adivinhem? Minha mãe tinha dado banho nela e tirado o curativo.

Ai que raiva! Só não a coloquei pra fora de casa porque ela mora em outra cidade hahahahaha. Sei que fez na melhor das intenções, mas pô, a filha é minha, meu momento. Eu tava toda preparada. Tinha feito um baita enredo e pá, minha mãe vai lá e faz tudo na minha ausência?! Controlei minha frustração e nem disse nada. Engoli o sapo. Meu primeiro sapo como mãe e com isso descobri um outro sentimento, uma coisa que nunca havia sentido na vida e que descobri numa fúria imensa: ciúme.

p.s – encaminhei o documento de guarda definitiva junto com a certidão de nascimento para o plano de saúde e em 5 dias a carteirinha da Tata já estava conosco =)

Anúncios

Um comentário sobre “Primeiro teste pro coração de mãe

  1. Que fofinha! O ciúmes de filho é mil vezes maior Doque de marido, namorado etc…. Imagina quando começar a namorar? Primeiro fora? Primeiro termino de namoro?? Primer vez que eles falarem: não gosto de você! Vou morar com a minha avô!! Hahahaha seguuuuura coração! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s